Pesquisa diz que geração millennial chega a ficar 12h no smartphone

Estudo feito pelo Pesquisas.com.br com 546 pessoas no Brasil mostra que aparelhos são principal companhia para 18% dos nascidos entre meados da década de 1980 e início dos anos 1990

O smartphone é hoje o grande companheiro para os millennials de acordo com um estudo feito pelo Pesquisas.com.br com pessoas que nasceram entre a década de 1980 e meados dos anos 1990. Para este grupo, os aparelhos servem para distrair em momentos de deslocamento, ver filmes, seriados, ouvir músicas e, antes de tudo isso, para falar com amigos e familiares, tanto por ligação quanto por mensagens de texto.

A pesquisa aponta que aproximadamente 18% de todos os entrevistados passam mais de 12 horas enviando e recebendo mensagens, usando redes sociais, jogando ou falando ao telefone. Para 34% dos 546 respondentes deste estudo, o tempo médio que gastam no smartphone é de aproximadamente 2 horas por dia. Com tanto tempo dedicado a mexer no aparelho, a pergunta que fica é como os millennials fazem para administrar os outros afazeres do dia a dia?

Case

Com a rotina cada vez mais corrida para quem faz parte da geração millennials, nada melhor do que usar o smartphone para ajudar a gerenciar as tarefas mais comuns, mas que as vezes são preteridas por aplicativos de mensagens, redes sociais e jogos online. E isso é o que faz alguns aplicativos cujo mote é organizar as tarefas dos usuários.

O Todoist é um app que organiza as tarefas pela data de entrega, usando lembretes por geolocalização, por exemplo, para que o usuário seja avisado ao chegar a um local específico. Já o Wunderlist permite delegar as tarefas para outras pessoas.

A novidade fica por conta do Selfcontrol, um aplicativo ideal para quem se distrai facilmente nas redes sociais já que permite que o usuário bloqueie o seu próprio acesso a sites, e-mails e qualquer página da Internet. Para saber em quais dias da semana você é mais produtivo, o Pomodoro Challenge oferece o rastreamento de desempenho do usuário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *