Merchandising ganha novo formato na TV

Pesquisa mostra que consumidores de produtos de beleza confiam cada vez menos nas indicações feitas em ações nesse tipo de mídia enquanto marcas optam por naturalidade.

Os programas de TV não são mais tão eficientes nas ações de merchandising, de acordo com dados coletados pelo Pesquisas.com.br. O estudo mostra que apenas 35% das mulheres entrevistadas na pesquisa Influenciadoras Digitais no Mercado de Beleza têm os programas de TV como suas principais fontes de informações sobre produtos de beleza.

Talvez por isso o modelo de merchandising desses produtos nesse tipo de mídia começa a sofrer algumas mudanças de formato. Hoje as emissoras tomam mais cuidados para que os produtos sejam inseridos de forma mais natural no contexto do conteúdo, de forma que a mensagem principal seja apresentar os benefícios para o consumidor diretamente.

Case

A TV Globo vem utilizando novos formatos de merchandising em suas novelas, como o que aconteceu na novela “Sol Nascente”, em uma ação com a marca de cosméticos Hinode. Na trama, a personagem Adelaide, vivida por Raquel Nunes, era uma consultora da marca que depois de oferecer os produtos para outros personagens da trama consegue atingir sua independência financeira.

Diferentemente de outras ações de merchandising já feitas pela emissora em suas novelas, a parceria com a Hinode englobou oito capítulos da trama e teve como objetivo apresentar a marca, os produtos do seu portfólio, além de ressaltar a importância das consultoras para captar novos clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *