Mães adicionam açúcar ao alimento de seus bebês com menos de 3 anos

Pesquisa PapagaioPipa, feita pela Multifocus, mostra que 56% das mulheres entrevistadas têm esse hábito, contra 6% que buscam baixas calorias nos alimentos

Se você costuma ler os rótulos dos alimentos que compra no supermercado, provavelmente está entre o grupo de brasileiros que se preocupam em buscar uma alimentação mais saudável. Isso é o que aponta um estudo do Pesquisas.com.br feito com 1.962 pessoas com idade a partir dos 25 anos em todo o Brasil.

Infelizmente a preocupação com a alimentação dos nossos bebês não têm a mesma importância. No Brasil, a maioria dos bebês com até 3 anos de idade não têm uma alimentação saudável e, de acordo com uma pesquisa da Multifocus com as mães desses bebês, 56% delas adicionam açúcar ao alimento dos seus filhos nesta faixa etária.

O estudo PapagaioPipa mostra um aumento desse percentual nas classes DE, chegando a 60% de progenitoras que dão açúcar para os seus bebês antes de completarem 3 anos de vida. Para os pequenos que já atingiram as 3 primaveras o número sobre para 63%.

Além de potencializar a chance da criança se desenvolver obesa, esse hábito comum para as mães pode desencadear uma geração infantil com sérios problemas de saúde. Somente 3% das mulheres entrevistadas na pesquisa costumam dar produtos de baixa caloria aos seus bebês, principalmente as mamães das classes AB, que chega a 6%. Leia mais sobre o estudo Hábitos Alimentares na Primeira Infância neste link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *